Ensaios Técnicos da São Torquato e da Tradição Serrana

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Começaram na noite desta terça-feira (16), no Sambão do Povo, um dos momentos mais aguardados pelos sambistas: os ensaios técnicos. Ao longo desta semana, todas as escolas do Grupo A do Carnaval Capixaba, formado por São Torquato, Tradição Serrana, Rosas de Ouro, Chega Mais, Chegou o que Faltava, Barreiros e Imperatriz do Forte, terão a oportunidade de aprimorar os principais quesitos para o desfile oficial com os olhares atentos do público, que pode participar gratuitamente.

E o “aquecimento” teve a presença da tradicional São Torquato e da Tradição Serrana, que nos últimos anos tem brigado pelo título do Acesso. Confira como foram os ensaios das duas agremiações:

São Torquato

Confesso que me surpreendi com o ensaio técnico da agremiação de Vila Velha. Além de se apresentar com um bom número de componentes, a escola levou todos os quesitos para o Sambão do Povo. No geral, ficou perceptível a força da comunidade, que participou com entusiasmo do ensaio.

Durante a apresentação da Comissão de Frente ficou evidente que o grupo ainda está aprimorando a coreografia idealizada. Dessa forma, alguns membros da CF se apresentaram com erros na coreografia e também de sincronia.

A bateria, que contava com mais de 150 componentes, fez um boa apresentação, assim como o carro de som, que conduziu o bom samba com eficiência. Como não conhecia o samba da agremiação, aproveitei o ensaio para o acompanhar de perto, e destaco o primeiro refrão da obra: “Meu pavilhão vai eternizar/ O samba é raiz, Luísa/ Vermelho e Branco pra sempre/ Amor que mexe com o coração da gente”.

Também merece ser destacado o primeiro casal da escola, formado por Vinícius Costa e Julia Mariano, que apesar de serem prejudicados pelo forte vento do Sambão do Povo, realizaram uma boa apresentação. Outro destaque foi a rainha Bryce Sousa, que desfilou “simpatia” e muito “samba no pé” durante toda a avenida.

Com o enredo “Mulher Independente Capitoa a comandar, Luísa Grinalda Independentes vai cantar!”, a São Torquato irá desfilar com 1.200 componentes divididos em 14 alas. Além disso, irá se apresentar com três carros alegóricos e, segundo o presidente da agremiação, brigar pelo título do Grupo A.

Tradição Serrana

A Tradição Serrana, escola da Serra, e terceira colocada no último carnaval, não conseguiu se apresentar com todos os quesitos. Segundo o presidente da agremiação, Vinícius Caran, devido a problemas de logística. Ainda assim, a escola fez uma apresentação empolgante.

O grande destaque da noite foi a bateria da Tradição Serrana, que tirou onda com excelentes paradinhas e uma condução perfeita do samba. E parte dessa animação pode ser creditada ao intérprete carioca Lucas Donato, que também deu um show durante o ensaio técnico. Já o  samba, que também não conhecia, não me agradou. Além da bateria, carro de som e passistas, a Tradição Serrana levou para o ensaio técnico a rainha Kouko Miasaki e o rei de bateria Yohji Nakajima.

Em 2018 o enredo da Tradição Serrana é uma homenagem a Zumbi dos Palmares. E na briga pelo título da sexta-feira, a escola irá desfilar com 1.200 componentes divididos em 10 alas e dois carros alegóricos.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Leia também
Comentários
Carregando...