Eu vi o Carnaval Capixaba na passarela do samba

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

E quem disse que o carnaval capixaba seria fraco, difícil ou até mesmo corria o risco de não acontecer teve que enfiar seu cavaco, ops, sua viola no saco. Acompanhamos os ensaios técnicos de todas as escolas com exceção da Rosas de Ouro que por algum motivo não compareceu.

Deixo aqui registrado que ensaio técnico é muito importante e não deve ser reduzido à comissão de frente, bateria e mestre sala e porta bandeira. Mesmo embaixo de chuva as escolas devem se empenhar. Presenciamos na avenida casal que simplesmente não ensaiou, apenas passeou na passarela porque estava chovendo e o chão escorregadio.

E se chove no dia do desfile? Segundo casal deve ter o mesmo compromisso que o primeiro, talvez até mais, caso alguém tenha uma dor de barriga a substituição deve estar à altura. Mas aqui no nosso carnaval essa premissa ainda é secundária.

Observamos que o folião se preocupa com a indumentária nos ensaios e desfile oficial, mas esquecem de um acessório importantíssimo que é o calçado. Com menos duas penas de faisão imperial a pessoa pode desfilar com sandálias/sapatos de boa qualidade sem correr o risco de ficar descalça na avenida. Rainhas, madrinhas e destaques de chão, os pés são tão importantes quanto o carão que vocês devem fazer. Outro fato importantíssimo aqui e no Rio foi a leveza das fantasias, destaque de chão tem uma importância muito grande dentro do desfile que é saber preencher o espaço e contribuir para uma boa evolução. Às vezes uma fantasia muito pesada atrapalha. Destaque de luxo pesado compõe muito bem num carro alegórico ou tripé.

E os destaques que todos os anos gastam dinheiro para purpurinarem o ego da ostentação e abrilhantarem suas escolas nem sempre saem satisfeitos, sem contar que a última moda em terras capixabas é que a pessoa paga e não é pouco, e são proibidas de acompanharem o andamento de suas fantasias. Claro que quando isso acontece algo está e pode dar errado na hora H na passarela do samba. Sabemos de casos como esses até com fantasias de mestre sala e porta bandeira, que só tiveram conhecimento de suas vestes na avenida.

E o quesito comissão de frente me surpreendeu mais nos ensaios técnicos que no desfile oficial. Elemento cenográfico nesta ala ainda é um objeto muito primitivo em nosso carnaval. São raras as agremiações capixabas que se apresentam com acabamento e que funcionam perfeitamente. No Rio de Janeiro a Beija Flor desrespeita quando apresenta tal alegoria imensa tapando a visão do público diante da cabine dos jurados. Um arroz soltinho é muito melhor que um risoto estragado. E a falta da comissão é inadmissível, principalmente quando se trata de escola do grupo de elite. Senhores presidentes, carnavalescos e afins um olhar especial priorizando as necessidades e logísticas para essa ala é uma garantia para o 10.

Ainda temos grandes problemas nas confecções dos nossos carros alegóricos, não pela falta de competência dos carnavalescos, mas nas condições de infraestrutura e local e já que o setor público jogou a bola inteira do carnaval para a Liga capixaba, que por sua vez deu conta do recado com todos os méritos, porque não as prefeituras da Grande Vitória viabilizarem em conjunto um espaço para barracões de alegorias? Já está mais do que provado quanto nosso povo gosta de desfile de escolas de samba e com certeza políticos atrás de votos nesse metiê não faltarão neste ano de eleição.

E o regulamento, Quem será que lê? Uma escola não cumpriu o horário que estava marcado para as 21h do dia 30 de janeiro de 2016. Segundo um de seus diretores a agremiação estava seguindo o site Viva Samba onde estaria anunciando 22h. Queremos deixar claro que o site é um órgão de entretenimento e não oficializa o regimento que segue o carnaval capixaba, esta pasta pertence exclusivamente a Liga das escolas de sambas, onde em seu regulamento reza no artigo 5 o horário oficial lacrado, confirmado e aceito por todos os presidentes.

E mais uma vez deparamos com a falta de baianas na avenida. Essa ala não é quesito, mas tira pontos da escola e contribui muito no julgamento de fantasia e evolução. Sabemos das dificuldades de cada agremiação, mas se estamos crescendo como dizem, o amadorismo primário deve ser anulado. Alas com calçados e indumentárias diferentes devem ser revistas para que a escola tenha uma beleza plástica. Outro setor que está démodé na avenida é diretor de harmonia com cara truncada e tratando os foliões com grosserias. Lembre-se que as pessoas pagam por suas fantasias e querem fazer do carnaval seu momento “Rei por um dia”. Reis e rainhas devem cumprir regras também, mas sem arrogância. Erramos pra nós mesmo ou a coirmã que se preocupou muito mais incluindo os detalhes e passou melhor? Ninguém entra com 10 na avenida, esses pontos vão se adquirindo de acordo com o que é apresentado na passarela. Seja na cabine dos jurados ou pelo gosto popular.

E como ja estamos em 2017 para os trâmites carnavalescos, o momento dança das cadeiras inicia-se. Quem fica, quem sai, quem entra?

E VIVA SAMBA!

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Leia também
Comentários
Carregando...